Enable JavaScript to visit this website.

Social Search

Custom Search 1

Como fortalecer a imunidade de seu filho

Como fortalecer a imunidade de seu filho

O corpo possui um sistema de defesa contra agentes causadores de doenças, como vírus, bactérias e fungos. Ao nascer, o bebê é...

Como fortalecer a imunidade de seu filho

O corpo possui um sistema de defesa contra agentes causadores de doenças, como vírus, bactérias e fungos. Ao nascer, o bebê é protegido contra as infecções pela imunidade inata, um sistema que protege o corpo de uma forma genérica. À medida que cresce, a criança desenvolve a imunidade adquirida, um sistema de defesa mais complexo, capaz de produzir vários tipos de anticorpos, células e mecanismos de proteção mais específicos.

A imunidade adquirida se fortalece sempre que o corpo entra em contato com um micro-organismo diferente. Desta forma, o sistema imunológico aprende a identificar as características de cada agente invasor e a criar anticorpos específicos contra esses microrganismos. Em geral, o sistema imunológico da criança já está bem desenvolvido por volta dos sete anos¹.

Durante a gestação, a mãe passa os seus anticorpos para o feto, por meio da placenta e do cordão umbilical. Esse processo continua com a amamentação. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o leite materno seja o único alimento do bebê até os seis meses de idade. A partir deste período, a amamentação deve ser complementada por alimentos sólidos de forma progressiva em textura e frequência, até os dois anos ou mais².

Além de contribuir para o crescimento e desenvolvimento, a alimentação saudável fortalece o sistema imunológico da criança, prevenindo anemia, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão e diabetes. Os pais devem incentivar seus filhos a consumir frutas, verduras e legumes, oferecendo uma alimentação variada, rica em vitaminas, cálcio, ferro e outros nutrientes importantes para essa fase da vida (saiba mais aqui sobre os alimentos que favorecem a imunidade infantil)³.

A qualidade do sono tem grande influência na consolidação da imunidade infantil. Durante o descanso, o organismo libera o hormônio do crescimento e produz uma grande quantidade de elementos relacionados à produção de anticorpos. A falta de sono aumenta as substâncias inflamatórias no organismo, prejudicando a ação das células de defesa, encarregadas de combater as infecções.

Cuidados como lavar as mãos, a limpeza do corpo e a escovação regular dos dentes após as refeições são essenciais para manter a saúde da criança. Porém, os pais devem estimular brincadeiras ao ar livre, com a terra e com os animais de estimação. Essas atividades são importantes porque colocam as crianças em contato com vários micro-organismos existentes na natureza, o que fortalece o sistema imunológico.

A melhora do mecanismo de defesa do organismo também está associada à prática regular de atividade física, porque ela promove o aumento dos linfócitos, um dos tipos de células de defesa do organismo, que ajudam na eliminação de microganismos invasores. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a atividade física frequente na infância, com o tipo, intensidade e duração de acordo com a faixa etária (confira aqui as recomendações).

Referências:

1. ABUL K. Abbas e outros. Imunologia Básica – Funções e Distúrbios do Sistema Imunológico.  Elsevier, 2003.
2. CARDOSO, Ary.  A importância da nutrição para a saúde atual e futura do lactente, Revista Pediatria Moderna, fevereiro 15, volume 51, N 2.
3. Manual de Orientação.  Departamento de Nutrologia. Sociedade Brasileira de Pediatria.